Vetor Tecnologia

Terminais líquidos

Terminais
líquidos

Terminais líquidos são instalações utilizadas para recebimento, expedição e armazenagem de produtos líquidos de diversas naturezas. Podem armazenar biocombustíveis, petróleo e seus derivados, GLP, óleos vegetais e outros produtos. Os terminais podem ser terrestres, lacustres ou aquaviários (onshore e offshore), incluindo-se as chamadas Unidades Offshore de Transferência e Exportação (UOTES).

Todo o petróleo produzido offshore e onshore é transportada dos campos até as refinarias por bombeamento através de dutos. Após ser processado nas refinarias, os combustíveis líquidos podem ser entregues diretamente às distribuidoras por dutos de transferência; ou enviados para outros terminais por modal rodoviário ou aquaviário. Porém durante o processamento do petróleo há muitas fases intermediárias e muitos subprodutos são gerados. Cada subproduto necessita uma armazenagem adequada, dependendo de suas características físicas e químicas. Por este motivo em uma refinaria há a necessidade de muitos tanques de petróleo bruto, produtos intermediários e produtos acabados.

Logística em terminais líquidos

Já os biocombustíveis líquidos, depois de produzidos nas usinas de etanol e plantas de biodiesel, podem ser transportados diretamente pelos produtores para as distribuidoras ou entregues em terminais, para posteriormente serem entregues às distribuidoras ou exportados. Como a distribuição é multimodal, faz-se necessário a instalação de um centro de armazenagem de granéis. Os grandes centros de armazenagem de líquidos são de extrema importância para a sequência da cadeia logística em qualquer região do mundo; pois são os terminais que fazem a ligação entre vias marítimas e terrestres. A função principal dos terminais líquidos é a armazenagem dos produtos e por conta disso requer tancagem e dutos com a mais alta tecnologia, eficiência, segurança e respeito ao meio ambiente.

A logística da movimentação dos produtos líquidos (petróleo, seus derivados e biocombustíveis) é regulada pela ANP (Agência Nacional de Petróleo). Esta agência regula inclusive toda a infraestrutura de transferência e de transporte, que inclui oleodutos e terminais de combustíveis líquidos. Ficam sob a regulação da ANP o transporte dutoviário e aquaviário, armazenamento de produtos para terceiros e transporte multimodal. Também regulamenta os diferentes tipos de serviços de carga e descarga de produtos, visando mudança de modal de transporte.

O Grupo Vetor Mathias possui experiência de mais de 30 anos em construção de tanques para as mais variadas aplicações e capacidades. Já participou do projeto e implantação de mais de 1 bilhão de litros de armazenamento de produtos finais e intermediários; e certamente está preparado para oferecer a melhor solução de engenharia para a necessidade do seu empreendimento.